Capa - Sarau

Capa - Sarau
Sarau Equinócio de outono

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Útero V


Deitado no colo materno quente de humanidade
Respirei sobre tua pele de infinito amor
E reconheci o cheiro da infância escondido em mim
Entre carinhos espontâneos de suas mãos
Entre inspirações do seu olhar castanho

Retornei ao útero da minha mãe
Estagnei, penetrei, renasci em ti
Voltei a respirar e energizar pela placenta
De lá assistir minha vida até aqui
As imagens me pariram de uma vez

Me vi, me senti, me reconheci no dia de hoje
Desse circulo respirei cada momento vivido
Desse ciclo entendi cada traço em mim
Entendi cada virgula que para minha fala
Percebi o quanto sou feliz, ó amor maternal

Toquei as paredes de mim tão vibrantes
Arranhei a bolsa que me envolvia
Num sufoco dantesco rasguei aquela porta humana
Sai entre a carne, entre as partículas do mundo
Entre o chamado da vida para ser poeta.

3 comentários:

  1. Com muitas saudades depois de uma pequena ausência
    estou voltando para agradecer seu carinho comigo
    eu entendo ,que a amizade é eterna quando somos amigos de verdade.
    Nessa ausência pude compriender o quanto
    sua presença enche minha vida de esperança.
    Esta sendo difícil passar por mais essa fase
    da minha vida.
    De sorte a minha fé é inabalavel por maior ,
    que seja minha luta procuro ser cada dia mais forte.
    Eu ainda não sei de onde vem minha força,
    mais acredito , que vem do Alto Dos Céus.
    Onde as estrelas e os anjos me cobre de paz e de luz
    restaurando assim minha vida.
    Com muito carinho deixei um premio na postagem
    caso gostar leve por favor.
    Deus abençoe seu final de semana.
    com carinho e minha amizade pra sempre.
    Beijos no coração e na sua alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  2. Voltar a mãe, ao ninho encantado sem encanto...que coisa bela!!
    Gostaria de saber o que te fez lá voltar, a saudade?

    Gostei muito!
    Pensando com Arte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não a saudade, mas uma integração com ela mais forte do que o habitual do cotidiano.

      Obrigado pelo carinho!

      Excluir